sábado, 30 de dezembro de 2006

QUANDO O RELÓGIO CONTA HORAS


QUANDO O RELÓGIO CONTA HORAS
(virada para o novo ano)




Na rua ouço gritos desconexos...
A plenos pulmões palavras vomitam cabeças e gastam respirações des sacralizadas.
No ar o dia dormiu o cochilo esfumaçado..
O tempo passa pingando horas em contagem regressiva de doer!
É sempre assim..
A coisa aperta quando vira o copo do ano.
Traz outro diz o rapaz da mesa ao lado.
Respiro fundo..
Sinto a dor do ano que se vai carregando mortos e vivos nos telejornais contando desgraças.
Respiro fundo..
Não sei bem o que espero..
Espero algo bom como a cereja verão esmagada entre meus dentes,
o sabor escorrendo goela abaixo,
pintando um vermelho amor, doce como beijo nos olhos.
Não sei bem o que desejar..
Tenho receio de gastar palavras e não encontrar as respostas que preciso..
Todo mundo vai beber!
Os hálitos misturados em torpor, cansando o dia que entra e nem bate a porta.
Não pede licença, apenas senta.
Tenho medo..
De quê? Faço-me esta pergunta..lendo pedaços de jornais violentados, queimados, rasgados..
Mesmo assim, tomo banho, pego meu sorriso e carrego meu sonho que comigo caminha de mãos dadas.


RJ – 30/12/2006
** Gaivota **


*************************************************************************************

11 comentários:

Anônimo disse...

Que lindo Amigo!

Amei a poesia...vc disse tudo!

Vc realmente expele poesias em seu bico!

Que 2007 seje de muitas conquistas e vitórias!

Mil beijos em tua alma amigo

Arlete Castro disse...

Lindo poema Gaivota. Como tudo que você escreve. Feliz Ano Novo poeta.

Um abraço

Eliana Machado disse...

"Mesmo assim, tomo banho, pego meu sorriso e carrego meu sonho que comigo caminha de mãos dadas."
Amei !
Faça SEMPRE isto. Não permita que nada ao seu redor, seja mais forte do que o que está dentro de você.
Parabéns e Muitas Felicidades !
Que Deus te Abençoe e te Proteja,
Beijos,

Alex Sens disse...

tudo de melhor pra gente né? muita poesia e, com certeza, conquistas! :) abração!

Anônimo disse...

Oi, Gaivota o comentário anônimo anterior é meu! ( Regina Krause)

Como não tenho Blog fiz como anônimo .

Mas uma vez Parabéns...linda poesia!

Mil beijos em sua alma!

Fernanda Queiroz disse...

Levas na bagagem tudo que precisas, dos olhos que penetram no mundo obscuro tu tens a luz, do sorriso embora com gosto de chuva a esperança, no coração a exência estocadas no baú de relíquias e nas asas o vôo de um poeta.

Sol LK disse...

mãos dadas e mãos vibradas!!!
Salve poeta!

Veri disse...

Maravilha... com sonhos, sorrisos e gosto de cereja verão com certeza já tem muita chance de ser muitooooo bom né hihihi!Um ótimo 2007 pra você GAIVOTA! Que seja suave e encantador como o vôo das lindas gaivotas que eu adoroooooo!
Beijos doce em seu coração!

Eliana Machado disse...

Boa Tarde, Gaivota
Desejo que esteja tudo bem contigo.
Saudades,
Que Deus te Abençoe, Ilumine e Proteja.
Felicidades,
bjs.

Eliana Machado disse...

Bom Dia, Gaivota
Você voou e nos deixou aqui na saudade. Isto não se faz. Cadê você?
Volte com uma bela poesia pra nos encantar.
Felicidades,
bjs.

Ana Maria disse...

Mesmo assim, tomo banho, pego meu sorriso e carrego meu sonho que comigo caminha de mãos dadas.

Viva o amor...
Beijos.