terça-feira, 6 de março de 2007

IN DOLOR COM AR DOR..



IN DOLOR COM AR DOR..





Indolor é o grito
da lua quando anoitece..
Tece algemas,
tráfico
paralisado no olhar.


Dolorido é o suspiro
da palmeira
tísica e nua na praia.
soluço e pranto
espalhado no ar..


Incolor é o vento
que sopra em nuvens
Cores tempestades
raios
nos vetores da luz
que afagam doce perfume
permitido por esse verão
que estala
e geme.

Divido-me entre
AR Dor..

Escolho essa lua,
penetro-a..
Rompo tristezas
lambendo olhares
tensos e densos
em doses suaves.





05/03/2007
Poema em parceria ** Gaivota **&** Bia Marquez**




*************************************************************************************

2 comentários:

além mar peixe voador disse...

lindo parabéns Poetas!

na frequencia...Soprosss...devires ...
virgínia f. além mar 31/12/2006 16:00 h
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdealegria/375157

Ana Maria disse...

Escolho essa lua,
penetro-a..
Rompo tristezas
lambendo olhares
tensos e densos
em doses suaves

Emocionante esta...
Beijos.