domingo, 2 de março de 2008

VÔOS DE UMA PARTITURA



VÔOS DE UMA PARTITURA
** Gaivota **& Cáh Morandi

Com olhar luminoso
come estrelas
a menina
transcendendo a música
da alma
corpo celeste
nos dedos agônicos
do não dito
in vôo uni forme
chocolate pinga
a lamber sonhos
bocejantes
a menina se ria
afundava mãos
na terra
vestido florido
de novas primaveras
cabelos leves na brisa
ela girava
em terras rosas
inventadas
imaginação com asas,
de pequena borboleta.

* 2008 *


*****

2 comentários:

Max da Fonseca disse...

"Pois que sou a pluma e o vôo"(Fabrício de Queiroz Venâncio)

---------------------------------

Gira a ciranda às alturas celestiais.

Max da Fonseca disse...

Em ciranda meus medos erguem-se com a dita menina a farfalhejar em 'vôo borboleto'.